Quaker Decor

Começou a Quaker Off, temporada de descontos até o dia 29 de fevereiro

A Quaker Off iniciou no dia 06 de janeiro e vai até o dia 29 de fevereiro. A temporada é uma ótima oportunidade para renovar a decoração da sua casa. Entre os produtos estão tecidos com até 50% off e as almofadas com descontos progressivos.

Para quem gosta de iniciar o ano já com mudanças a ocasião é perfeita, repaginar o ambiente, renovar as energias, é começar com o pé direito. As opções são diversas e vai depender do ambiente a ser reformado, a dica é comprar peças coringas e atemporais.

Aproveite que os tecidos estão com até 50% off e reforme o estofado de móveis para ambiente internos e externos. Aquele seu sofá ou poltrona pode ser repaginado com um novo tecido e transformar sua sala, varanda ou área da piscina.

Contraste e complemente utilizando almofadas como peças coringas, na Quaker Off quanto mais almofadas, maior é o seu desconto. 5% para 02 almofadas e chega até 20% acima de 08, essa promoção é válida apenas para as que estiverem em estoque nas lojas.

As almofadas tornam a sala mais confortável e aconchegante, a varanda um espaço ideal para relaxar, e quanto mais tiver o ambiente fica convidativo para as crianças se divertirem.

Venha conferir e escolher de perto as peças, para reformar o seu ambiente, na Quaker Off. Escolha a loja mais perto de você: Loja Jardins, Loja e Showroom Moema ou Loja D&D Shopping.

Tecido antichamas na Quaker Decor: qualidade e segurança na decoração

Tecido antichamas na Quaker Decor: qualidade e segurança na decoração

Já pensou em ter um sofá revestido com tecido antichamas? Não que seja comum um sofá pegar fogo, mas alguns cuidados facilitam a vida e melhoram a segurança do ambiente. Os tecidos da marca belga FR-One à venda na Quaker Decor com exclusividade no Brasil são a grande novidade do segmento Corporate Business.

Sua tecnologia avançada garante que o tecido seja permanentemente à prova de fogo, pois suas fibras são aperfeiçoadas em nível molecular, assegurando a neutralidade, longevidade e permanência. Os tecidos são totalmente laváveis e produzidos para que não haja nenhuma liberação de substâncias durante o processo de higienização. Para que se preservem as características inerentes de um retardador de chamas, é imprescindível  recusar qualquer intervenção ou acabamentos adicionais que podem afetar a qualidade do produto, que é um dos únicos tecidos decorativos no mundo certificados por órgãos como a Diretiva de Equipamentos Marinhos da União Europeia e a Guarda Costeira dos Estados Unidos.

Com inúmeras possibilidades de composições e texturas para revestir toda a casa, os tecidos podem ser aplicados com garantia de segurança e durabilidade em hotéis, escritórios, diferentes pontos comerciais, navios de cruzeiros, entre outros.

Além da preocupação com a qualidade e segurança de seus produtos, a Quaker Decor está atenta as questões ambientais e sustentáveis. Graças à sua menor absorção, os revestimentos necessitam de pouca água no processo de lavagem, o que resulta em economia durante a secagem e redução da concentração de agentes de limpeza.  A consequência desses procedimentos resultou na certificação Oeko-Tex 100 – um sistema de declaração ambiental concedido apenas a instituições e marcas que cumprem os requisitos especificados, que são frequentemente atualizados e vão além dos regulamentos exigidos pela lei.

 

 

 

Começa a temporada de descontos Quaker Off que vai até o dia 31 de agosto

Nesta semana, a Quaker Decor deu início à temporada de descontos QuakerOff que vai até o dia 31 de agosto. A liquidação oferece opções exclusivas para quem quer renovar a decoração da casa, reformando um sofá ou até mesmo incluindo algumas almofadas para dar uma mudada no ambiente.

Em época de liquidação o segredo é comprar peças coringas e atemporais que possam ser utilizadas em outras estações do ano, além de serem combinadas de diferentes maneiras. A Quaker Decor oferece descontos progressivos nas almofadas a pronta entrega, ou seja, quanto mais almofadas, maior o desconto que pode chegar até 20%.

Na compra de tecidos lisos ou com texturas acima de 10 metros o desconto é de 20%. A promoção não é válida para cortinas, jacquards e bordados.

Além disso, nas lojas você encontra tecidos selecionados que podem chegar até 50% OFF. Esse é o momento para preparar a sala e curtir o inverno em um sofá aconchegante com almofadas confortáveis. Venha conferir de perto os modelos que participam do Quaker Off.

 

VELUDO – LUXO DO CLOSET AO DÉCOR

Clássico e atemporal, o veludo caiu no gosto dos egípcios e desde os primórdios até os dias atuais é sinônimo de glamour para os mais diversos estilos.

As tendências em tecidos entram e saem das passarelas e do décor a cada estação, mas o veludo é sinônimo de luxo e glamour desde os primórdios. Assim como a seda, os veludos fabricados com linho são os materiais mais antigos utilizados na confecção de vestimentas, estofados e acessórios. A história rica e milenar que envolve a fabricação dessa textura começou com os egípcios e, na sequência, foi continuada pelos italianos – responsáveis pela fama mundial das fábricas em Veneza, Florença, Gênova e Milão.

A origem do nome vem do latim Vellutus, com significado “cheio de pelos”, e Vellus, “pele de animal”. Antigamente, sendo de uso exclusivo da realeza, passou por métodos inovadores de fabricação e hoje pode ser produzido a partir de uma variedade de fibras, incluindo seda, viscose, poliéster e algodão – cada tipo de filamento é responsável por um padrão diferente.

Do estilo clássico ao vintage, do urbano ao romântico, a modelagem dá as caras na decoração em ambientes contemporâneos carregados por uma dose extra de informação visual, personalidade e boas histórias. Mas o que o torna tão especial não é só o charme e o glamour, mas também a produção complexa de cada modelo marcados pelas cores fortes, resultado da maneira como as fibras florescem quando são cortadas – é isso que proporciona uma superfície de textura suave as peças. O veludo é daqueles que não sairá tão cedo da sua vida, pois com o passar dos anos, ele se torna cada vez mais bonito e luxuoso.

Entre as opções mais procuradas estão o veludo liso puro, o cotelê (canelado), o molhado e o devorê (com relevos). O catálogo da Quaker Decor possui uma seleção excepcional com mais de 40 cores em linha e veludos confeccionados em diversas fibras – consequentemente, uma gama enorme de estilos. Fabricados na Europa, os modelos da marca possuem tingimento nos fios, que garante maior fixação e durabilidade da cor. Além disso, os acabamentos tecnológicos facilitam a limpeza, remoção de manchas e garantem ultra resistência aos desgastes do uso diário. Pautado por essa premissa, o veludo em linho El Indian Velvet, lançamento 2019 da Quaker Decor, foi produzido com o acabamento Easy Living® e oferece cem por cento de facilidade na hora da higienização.

 

Aqui e agora: tudo o que você precisa saber sobre o PILLING e como evitá-lo

Todo amante de um tecido de boa qualidade já passou pela dor de cabeça de ver bolinhas em cores opostas surgirem de repente. É uma ocorrência muito comum, principalmente em estofados novos produzidos com matéria-prima artificial – como é o caso do poliéster, acrílico, poliamida, viscose e elastano.  Os consumidores tem razão em se preocuparem com esse efeito que deixa um aspecto de desgaste no mobiliário.

O nome desta complicação é pilling e ela costuma ser mais normal do que você imagina. Então, sem pânico! Vamos te ensinar o necessário para que se livre deste problema.

Na maioria das casas do Brasil e do mundo, o “fenômeno” é bastante corriqueiro. Ele está em travesseiros, tapetes, roupas e móveis. Em algum momento, fibras bem pequenas – ou um amontoado delas – podem se soltar dos tecidos.  Assim, começam a se enrolar e se prender à peça. Quando em excesso, essas aglomerações ficam mais visíveis.

No caso de móveis estofados, como em sofás e poltronas, o pilling se forma com o passar do tempo, resultado do atrito suave nos móveis. Ao se sentar, a fricção faz com que as fibras se torçam juntas em pequenas esferas. O mesmo pode acontecer ao tirar uma textura da máquina de lavar, já que a força da rotação faz com que diversas fibras se encontrem.

“Então, por quê o pilling é sempre da cor diferente da matéria-prima original?”

Isso acontece porque poeiras e sujeiras podem entrar nessa soma e se emaranham junto ao tecido, deixando aquele pontinho mais puxado para as tonalidades acinzentadas.

É importante observar que o pilling não é um defeito ou falha de fabricação – portanto, não é coberto pela garantia. Para evita-lo, é preciso realizar manutenções dos móveis estofados regularmente para que se mantenham sempre impecáveis.

As fibras soltas são facilmente removíveis, mas é preciso esperar que se aglutinem para que a trama não seja enfraquecida. Um “papa bolinhas” dá conta do recado de maneira ágil e barata. Lâminas de barbear sem a faixa de umidade também são muito utilizadas, mas é preciso ter certeza de que a borda da ferramenta é a correta para evitar que a peça seja danificada.

Depois desse processo, é só aspirar e remover o excesso.

Pronto! Agora você pode manter sua superfície sempre impecável – e livre de todo pilling!

 

Fontes:

https://en.wikipedia.org/wiki/Pill_(textile)

https://www.testextextile.com/what-is-pilling-in-fabric/

https://www.furnitureacademy.com/fabric-pilling-causes-treatment-prevention/

https://www.charlesparsonsinteriors.com/blog/upholstery-pilling

https://www.potterybarn.com/tips-and-ideas/smart-solutions-fabric-pilling/

http://magnoliaco.com/fabric-pilling-information/

Selva urbana: como ter a sua própria horta em um apartamento

 

Quem disse que você precisa de um quintal enorme para ter vegetais fresquinhos em casa? Mesmo com um espaço reduzido, é possível ter as mais variadas plantas dentro do seu apartamento – é só aprender a adequá-las ao ambiente.

A conscientização sobre alimentar-se de maneira saudável e dar preferência aos produtos orgânicos é cada vez mais comum entre os moradores de grandes cidades, que estão abandonando o tradicional fast-food e outros alimentos industrializados para optar por refeições mais balanceadas.

E na onda do consumo consciente, popularizou-se o cultivo de alimentos em hortas verticais, ou seja, o plantio de verduras e ervas em vasos posicionados nas paredes. Essa adaptação é ideal para qualquer tipo de apartamento, além possibilitar o acesso a alimentos de procedência conhecida e livres de agrotóxicos. Basta ter paredes em casa!

Assim como nos preocupamos com emissão de poluentes na fabricação de nossos tecidos e nos orgulhamos de todos os nossos produtos cumprirem os requerimentos do anexo XVII da REACH, referente ao uso proibido de substâncias perigosas para a saúde, queremos também incentivar nossos clientes a terem hábitos mais saudáveis e nada melhor do que uma horta em casa para começar!

Veja como é simples ter a sua própria horta vertical:


Estrutura

O primeiro passo para montar a sua horta vertical é escolher como será a estrutura. Existem inúmeras possibilidades de materiais que podem ser usados, desde que eles possam ser fixados ou apoiados nas paredes e, principalmente, que possam acomodar os vegetais que você pretende plantar. Opções comuns são caixas de madeira, pallets ou prateleiras.

O que plantar

Você pode começar a sua horta pelos temperos, como hortelã, manjericão e alecrim. São vegetais “mais fáceis” de cuidar e que podem ser colhidos na maior parte do ano. Brócolis, couve e espinafre também são boas opções para o plantio em espaços menores, além de garantirem diversos pratos saudáveis para a sua rotina. O mais importante é estudar um pouco sobre cada um dos vegetais que você decidir plantar para entender exatamente como deve ser feito o plantio e o cuidado com eles no dia a dia.


Cuidados com a horta

O lugar escolhido para montar a sua horta vertical precisa ser adequado para que as vegetais vivam uma vida saudável: um espaço arejado com incidência de luz solar é essencial. Mas conhecer as particularidades de cada vegetal plantado é tão importante quanto, para que você possa determinar corretamente as rotinas de irrigação e adubação da horta. A interação de uma planta com a outra também deve ser levada em consideração, principalmente para definir se elas serão plantadas juntas em um canteiro ou separadas por vasos.

Viu como é possível transformar a sua casa no que você quiser? Seja qual for o espaço que você tem disponível, dá para ter o melhor da natureza no seu cantinho da selva de concreto. Aproveite para conferir outras maneiras de renovar os ambientes sem precisar de reforma.

Como usar tecidos metalizados na decoração

O metálico já é uma tendência na moda. Super  presente nas roupas e acessórios, a trend chegou com tudo na decoração em 2018. Tecidos metálicos nos sofás, poltronas e almofadas são apostas certas para renovar os ambientes e criar espaços modernos e luxuosos.

Se você ainda sente insegurança em usar tecidos metalizados na decoração da casa, confira as nossas dicas para dizer adeus a esse medo e levar mais glamour para a sua casa.

Metálicos e madeira

Tons metálicos contrastam perfeitamente  com a madeira, e a combinação dos dois cria ambientes sofisticados e aconchegantes ao mesmo tempo.  Encontro do rústico com o luxuoso, é uma opção interessante para combinar almofadas de tecido metalizado em cadeiras de madeira ou mesmo estofados metálicos em piso de madeira. Conheça a coleção Casa Couture by Quaker Decor.

Mix de estampas

Para criar um ambiente mais descontraído, você pode misturar os tecidos metalizados a outras estampas de almofadas ou estofados. Usar cores semelhantes em diferentes materiais, estampas e texturas é uma maneira interessante de compor uma decoração criativa.

Minimalismo

Se o seu objetivo é trazer mais refinamento para um ambiente, usar os tecidos metalizados de forma minimalista é a aposta certa. Opte por cores sóbrias, como cinza, preto, branco, bege ou marrom para criar a base que vai contrastar com almofadas e outros estofados de tecido metálico. O resultado é uma decoração clássica e sofisticada.

Seja qual for a maneira que você escolher para aderir a essa tendência, os tecidos metalizados dão sempre  um toque de luxo ao seu ambiente. E para continuar a transformação da sua casa, que tal conhecer 5 dicas para decorar com pouco espaço?

Chega de paredes “cruas”! A tendência para 2018 é verticalizar a decoração

 

É hora de soltar a criatividade na decoração de interiores: uma super tendência para esse ano é a verticalização, ou seja, o uso das paredes para decorar e organizar os ambientes. Esse tipo de decoração torna espaços menores mais funcionais, cria a sensação de ambientes mais amplos e evitando que os móveis precisem ser amontoados para acomodar todos os objetos da casa.

Além da praticidade, o uso das paredes amplia as possibilidades de decorar o espaço e deixá-lo com a personalidade de quem vive lá. Brincando com cores e formas, você pode fazer de objetos comuns elementos de destaque na sua decoração.

A verticalização pode ser resumida em três palavras de ordem:

– Organizar

– Decorar

– Otimizar

Confira como você pode transformar o seu espaço com cada uma delas:

 

Organize

Reprodução Pinterest

Estantes e prateleiras são as melhores amigas de quem tem um espaço reduzido em casa. Elas podem acomodar seus livros, aparelhos eletrônicos e todas as coisas que você pode evitar colocar em gavetas ou caixas. Suportes para pendurar chaves, guarda-chuva e casacos também são uma forma interessante de verticalizar o espaço e manter os seus objetos organizados. Assim, ninguém precisa passar horas procurando as chaves toda vez que sai de casa, não é?

 

Decore

Reprodução Pinterest

Você pode transformar objetos comuns em itens de decoração trabalhando com as suas cores e formas. A mesma estante pode ter livros, plantas e canecas e estar super bem decorada; tudo depende da composição, ou seja, de como você vai combinar as cores e formatos de cada um desses objetos. O resto da casa também entra nesse conjunto: dê unidade à decoração com as estampas das almofadas ou tecido do sofá, por exemplo.  

E é claro que os quadros e pôsteres não podem ficar de fora aqui, certo? Eles têm total poder de transformar uma parede e de representar quem mora naquele espaço. Abuse da criatividade e traga a sua banda favorita, uma frase motivacional ou fotos do seu pet para as paredes de casa. Vale tudo para imprimir a própria personalidade nos ambientes. Você ainda pode apoiar os quadros nas estantes e prateleiras em vez de pregá-los na parede para uma composição moderna.

 

Otimize

A chave para a verticalização é otimizar os espaços enquanto se criam composições interessantes para a decoração. Na cozinha, por exemplo, você pode pendurar alguns utensílios em cima da pia em vez de guardá-los em gavetas; assim, economiza-se espaço e cria-se uma decoração mais informal e moderna. O mesmo vale para prateleiras com temperos e garrafas de bebida.

E aí, tudo anotado para verticalizar o seu lar? Para ajudar na transformação, veja também os 5 jeitos de mudar a casa sem quebrar tudo.  

 

5 dicas infalíveis para decorar ambientes com pouco espaço

Imóveis com metragem reduzida já são uma tendência nas grandes cidades. Construtoras têm apostado cada vez mais em apartamentos pequenos mais próximos aos centros urbanos, em uma proposta que torna possível morar nos bairros mais desejados das capitais.  

Apesar de ser interessante a possibilidade de viver onde quiser escolhendo um apê pequeno, a primeira crise da mudança é sempre a mesma: como decorar com pouco espaço? Antes de imaginar todas as suas coisas em um apartamento entulhado, onde nunca será possível receber os amigos, dá uma olhada nas dicas da Quaker Decor para aproveitar cada metro quadrado disponível em casa:

VerticalizeUse as paredes para fixar estantes, armários, prateleiras ou nichos e otimizar o seu espaço. Assim, você consegue organizar os seus livros e objetos de decoração sem entulhar a casa, além de poder criar uma composições interessantes.

Comece com uma base neutra

Em ambientes menores, uma base branca, cinza ou bege nas paredes e móveis passam a sensação de ampliar o espaço, além de permitir maior liberdade para usar a criatividade com objetos de decoração. Almofadas são super legais para trabalhar cores em cima de uma base mais neutra em sofás e poltronas.  

Divida os espaços sem bloquearReprodução Pinterest

Você pode criar diferentes ambientes mesmo em um pequeno espaço. Use estantes ou sofás para dividir os cômodos sem bloqueá-los: assim, a luz natural alcança todos os “ambientes” e o apartamento parece mais amplo.

Iluminação Outra forma de “ampliar visualmente” o espaço é através da iluminação. Focos de luz pontuais ajudam a demarcar as divisões dos ambientes, além de oferecer uma maior sensação de aconchego. Uma opção interessante para deixar a decoração mais “cool” são as luminárias pendentes.

 

Desapegue

Ainda que alguns truques de design permitam acomodar muito mais coisas em espaços menores, a máxima para viver em um espaço pequeno é sempre desapegar. Pense duas vezes sobre todos os objetos da casa, e se livre do que for desnecessário. Vender móveis e outras peças de decoração usados pode ser um jeito interessante de fazer um dinheiro extra.

 

 

 

Sobre o que você deseja ler?

O que você busca?

Quaker Decor - Coleções

Instagram

Facebook