Como a psicologia das cores influencia no design de interiores

Estamos cercados por cores o tempo inteiro. Quando falamos de projetos e design de interiores, o uso das cores tem um papel fundamental na mensagem e na sensação que desejamos passar.

Tecidos de diversas cores expostos na Loja Conceito Quaker Decor, no bairro dos Jardins, em São Paulo (SP)

Estamos cercados por cores o tempo inteiro, mesmo que nem sempre a gente repare nelas. Quando falamos de projetos e design de interiores, o uso das cores tem um papel fundamental na mensagem e na sensação que desejamos passar para quem irá viver ou trabalhar naquele lugar.

Em 2012, a psicóloga, socióloga e terapeuta alemã Eva Heller lançou o livro A psicologia das cores – Como as cores afetam a razão e a emoção. A autora fez um estudos com mais de 2 mil pessoas de diferentes classes sociais, culturas e profissões para formular o livro. Os resultados mostram que cores e sentimentos não se combinam ao acaso e nem são uma questão de gosto individual – são vivências comuns que, desde a infância, são enraizadas na nossa linguagem e o registro fica marcado na nossa memória.

De acordo com o conceito, ao pensar nas cores usadas em um ambiente é preciso entender o seu uso como um importante elemento na concepção espacial do ambiente, pois a cor é capaz de alterar visualmente as dimensões e formas do espaço, ressaltando ou disfarçando imperfeições. Outros fatores como iluminação também devem ser levados em conta, uma vez que com o passar do dia e a variação de luz, as cores podem ser sentidas de maneira diferente.

Para que você entenda um pouco mais sobre a influência das cores em nossos sentimentos e humor, separamos sete cores e o que elas despertam em nós:

Verde

solid-green-wallpaper-1

Cor da esperança, da fertilidade e da tranquilidade. Possui grande poder de cura e tem forte correspondência emocional com a natureza, a estabilidade, o equilíbrio e a harmonia. Também está relacionada à saúde, dinheiro e crescimento. Porém, sentimentos negativos como ciúme e ganância também estão associados à cor.

Amarelo

Solid_yellow.svg_

Uma das cores mais contraditórias. Representa a diversão, recreação, criatividade, energia, prosperidade, riqueza e felicidade. Fisiologicamente, estimula o raciocínio lógico e ajuda na tomada de decisão. Porém, entre os seus aspectos negativos estão a fraqueza, o ciúme, a loucura e a traição. Quando utilizado em excesso, pode levar ao ambiente um efeito perturbador e provocar doenças como estresse e ansiedade.

Vermelho

redimage

Relacionada ao amor e ao ódio, à paixão e ao perigo, sendo emocionalmente sempre intensa. Fisiologicamente, o vermelho aumenta o metabolismo, a respiração e a pressão arterial. Simboliza coragem, força, paixão energia, desejo e ação.

Azul

fwew

É a cor do céu e do mar, da harmonia, simpatia e fidelidade. Simboliza responsabilidade, sabedoria, inteligência, fé e confiança. O azul tem efeito calmante e também suprime o apetite. Ideal para ambientes de trabalho e salas de reunião, uma vez que também está associado a habilidade da fala e da comunicação.

Preto

1920x1080-black-solid-color-background

É a cor do poder, da modernidade, da elegância e da sofisticação. Mas também está associado à morte, à violência e à solidão. Se uso excessivo em um ambiente pode criar uma atmosfera negativa causar alterações de humor e depressão. Porém, quando usado moderadamente, cria a sensação de perspectiva e profundidade.

Violeta

Roxo-1

Cor relacionada ao poder e à teologia, à sensibilidade, espiritualidade, bom gosto e sofisticação. Fisiologicamente, contribui para o desenvolvimento da percepção, traz tranquilidade e relaxamento para o sistema nervoso, acalma o coração, purifica o sangue e regula hormônios. Porém, desencoraja atividades físicas e esportivas.

Marrom

fundo-marrom-10

Fisiologicamente o marrom pode transmitir conforto físico e qualidade e encoraja a organização. É a cor do aconchego, da segurança, da maturidade e tranquilidade, por sua relação com a natureza.

  • Compartilhe:  

Quaker Decor confere glam no apartamento vagão de Léo Shehtman para Casa Cor SP

A trigésima edição da Casa Cor São Paulo ancorou no último, 17/05, no Jockey Club, repleta de novidade, tendência e ousadia, como o pequeno apartamento instalado dentro de um vagão de trem, assinado pelo arquiteto Léo Shehtman. Na concepção da casa vagão, que pertenceu à Estrada de Ferro Sorocabana em 1945 e que tem 28 toneladas e 15 metros de extensão, Shehtman grafitou e transformou o trem em um lounge completo de 40 metros quadrados, com sala, cozinha e banheiro, além de uma área externa com mesas e sofás.

Léo-Shehtman-casa-corCaptura de Tela 2016-06-01 às 18.04.44

Na decoração, o layout resgata para a contemporaneidade a atmosfera e a elegância do movimento Art Déco – estilo artístico que surgiu na Europa na década de 1920. Para reunir passado e presente, e como forma de importar seu olhar particular acerca do futuro da decoração de interiores, Shehtman assina parte do mobiliário. A execução da marcenaria ​foi assinada pela Dedicatto Mobília e dos móveis internos pela Dunelli revestidos com o glam dos tecidos da Quaker Decor.“Tentei fugir do convencional”, diz o arquiteto. “Seria sensacional se todos descartes como esse fossem reaproveitados para a construção de escolas, por exemplo,” finaliza ele que deu uma aula de bom gosto, funcionalidade e equilíbrio estético!

quakertecidos-casacorquakertecidos-casa-cor-sp

  • Compartilhe:  

Tendências Milão 2016 – Cores e Texturas!

A Quaker Decor sempre preocupada em trazer as últimas tendências no que diz respeito a cores, texturas e estampas esteve presente durante a Design Week de Milão e está cheia de novidades para contar!

A cidade respira design e neste post separamos as principais tendências que foram apresentadas no Salão do Móvel de Milão, que é a maior feira do gênero no mundo. A exposição apresenta o mais recente em mobiliário e design, e lidera a exibição de novos produtos por designers de mobiliário, iluminação e outros artigos de decoração. Além da feira tem as exposições espalhadas pela cidade, chamada de Fuori Salone, que acontece nos bairros de Brera, Lambrate e Tortona, passando por becos e ruelas com suas características inconfundíveis de charme e conteúdo.

 

ORANGE IS THE NEW BLACK

Nada mais natural que começar falando de cores quando o assunto é tendência.

Tanto nas grandes marcas de moda como nas de mobiliário, o laranja se destaca com facilidade. Até mesmo as marcas que costumam apresentar peças mais neutras, como B&B Itália se renderam ao tom.

 

 

Ainda na família dos terrosos, as marcas luxuosas de mobiliário Italianas, como Flexform, Poliform e Trussardi usaram e abusaram do tom caramelo, principalmente em couros e camurças naturais.

 

 

O cinza continua sendo a base preferida das empresas de mobiliário, e vem muito bem acompanhada do Rosa Quartz, cor Pantone de 2016,  e do Celadon nos complementos como poltronas e almofadas, trazendo uma leveza e modernidade para os ambientes.

 

 

O azul como sempre se faz presente, tanto nos tons mais profundos, como nos tons mais serenos.

 

 

TEXTURAS, TEXTURAS E TEXTURAS

Ao que tudo indica os tecidos lisos perderam a vez definitivamente para as tramas e texturas mais aparentes, inclusive o famoso “chevron”.

Desde marcas mais simples, até a exuberante Giorgetti apostam nelas para as suas coleções.

 

 

Outros tipos de tecidos que ganharam espaço nas principais marcas de mobiliário foram o feltro e os tecidos atoalhados.

 

 

A VEZ DOS NATURAIS

As texturas estão cada vez mais com cara de linhões e tramas pesadas de algodão, dando vez para as fibras naturais.

Além delas, o couro e a camurça natural esteve presente nas principais marcas de mobiliário, principalmente nos tons de caramelo, como falado anteriormente.

Algumas marcar como a Natuzzi e Poltrona Frau ousaram nos couros naturais coloridos, em tons de laranja, coral e verde.

 

 

GEOMETRIA PRETA E BRANCA

Nas estampas e jacquards o geométrico ainda é o campeão!

Principalmente nos tons de preto e branco, a tendência continua com tudo nas grandes marcas da moda e de mobiliário, e na belíssima coleção de tecidos da Hermes.

 

  • Compartilhe:  

Sorteio Luminárias Quaker Decor

Quem nunca escutou que o ano só começa para valer depois do carnaval? Então nada mais do que justo darmos início ao nosso primeiro sorteio agora, depois de todas as festividades do mês. Dessa forma, ninguém pode dar a desculpa que não acompanhou nada pela internet esses dias e perdeu a chance de participar.

Mas quer saber sobre o sorteio? Então vamos lá!

A Quaker vai sortear não uma, nem duas, mas CINCO luminárias lindas!

2016-02-11 07.01.11

Da esquerda para direita:

Stitch Cool / Tricoter B&W / Tricoter Mult / Stocknet Yellow Blue / Stitch Cool

O sorteio será feito pelo instagram e para participar são apenas 3 passos bem simples:

1 – Seguir o Perfil da Quaker (@quakerdecoroficial)

2 – Curtir a foto OFICIAL do sorteio (instagram)

3 – Marcar três amigos nos comentários da foto OFICIAL para participar do sorteio. (não vale marcar blogs ou perfis fakes. Caso aconteça, o participante será desqualificado e feito um novo sorteio para a luminária em questão).

Informações importantes: Cada participante poderá comentar quantas vezes quiser, desde que as pessoas a serem marcadas sejam diferentes; Todos os comentários feitos até 29 de fevereiro às 15:00hs estarão concorrendo; Serão no total 5 (CINCO) sorteios, sendo uma luminária por ganhador; O sorteio será feito na ordem da foto oficial (esquerda para direita), primeiro ganhador levará a luminária Stitch Cool, segundo luminária Tricoter B&W, terceiro luminária Tricoter Mult, quarto luminária Stocknet Yellow Blue e quinta luminária Stitch Cool; O resultado será divulgado dia 29 de fevereiro; Sorteio realizado pela ferramenta www.sorteou.com.br e válido para todo território nacional; O ganhador (a) poderá (caso queira) ser divulgado nas nossas mídias sociais com a foto do produto.

 

Aproveitem, marquem os amigos e quanto mais indicarem, mais chances de ganhar.

 

Boa sorte!

 

logo_quakerdecor_300#34613F

  • Compartilhe:  

Pendure os pratos.

     Houve um momento na história em que ter pratos pendurados nas paredes era um verdadeiro símbolo de status. Considerados como peças de arte, uma vez que eram decorados até mesmo com ouro e feitos em edição limitada para serem expostos pelas classes mais abonadas. Hoje em dia, os pratos que estão em paredes, geralmente foram comprados como suvenir em alguma viagem.  Talvez não signifiquem tanto quanto já significaram ($), mas agora eles são carregados de boas lembranças e historias de família. E vamos confessar que ficam lindos!

     Então, deixando de lado a ideia mais obvia de pratos serem usados para servir comida ou pendurados na parede da casa da vó, a Quaker separou lindas composições para que você se inspire.

     Tenha em mente que não existem regras para ornar os pratos, desde que criem uma combinação harmônica. ok? Então mãos à obra.

  • Projeto: Arquiteta Tieko Matsuda/Foto: Codo Meletti e Marcelo Magnani (Casa e jardim)

  • Projeto: Neza Cesar/Foto: Roberto Abolafio Jr. (Casa e Jardim)

  • Foto: Edu Castello (Editora Globo)

  • Foto: Edu Castello (Editora Globo)

  • Projeto: Designer Vanessa Guimarães/ Foto: Marco Antonio (Casa e Jardim)

 

 

  • Compartilhe: